domingo, 30 de maio de 2010

O fim da 1ª fase


Finalmente acabou a primeira fase do vestibular da UDESC, que por sinal foi muito cansativa. Enfim chegou à hora de descansar, mas somente no restante deste domingo, pois amanhã volto à rotina das aulas no cursinho e tenho que continuar focado nos estudos. Do meu ponto de vista obtive um bom desempenho na prova, levando em consideração de que faço curso pré-vestibular extensivo. Porém o momento também é de reflexão sobre um todo, porque tenho que analisar onde enfrentei uma maior dificuldade e elaborar uma estratégia para que isso não corra daqui para frente, tendo em vista que tenho chances de passar para a segunda fase. E também para que essas dificuldades não me acompanhem no final do ano, já que o meu enfoque é o vestibular da UFSC.

“Sábio é o ser humano que tem coragem de ir diante do espelho da sua alma, para reconhecer seus erros e fracassos e utilizá-los para plantar as mais belas sementes no terreno de sua inteligência.” Augusto Cury

LEMBRE-SE: No dia 05/06 às 11h30min a matéria que destaca o Blog vai ao ar na RBSTV, no programa Patrola. NÃO DEIXE DE ASSISTIR!

sábado, 29 de maio de 2010

Véspera de vestibular


O dia anterior ao vestibular é um dia cheio. Comecei lendo certos resumos pela manhã e no período da tarde fui assistir ao tradicional aulão de véspera de vestibular da UDESC. Relembrei mais alguns assuntos importantes para a prova e dei muitas gargalhadas, já que o aulão tinha como temática a “Copa do Mundo”. Todos os professores estavam a caráter, destaque para um em especial que estava com uma camisa social estampada com a bandeira do Brasil e com uma calça amarela. É, é isso mesmo que eu escrevi, uma CALÇA AMARELA! Ele causou espanto em todos, pois possui uma idade avançada e nunca ninguém imaginaria que ele é adepto à moda do Pipo, das calças coloridas. Outro professor levou uma vuvuzela, uma corneta típica africana. Teve ainda distribuições de bolas e duas réplicas, feitas de plástico, da taça da “Copa do Mundo”. Por fim retornei a casa e deliciei um belo cachorro-quente, na verdade dois por conta ao meu tamanho. Contudo agora é à hora de descansar, pois a prova irá ocorrer durante todo o dia de domingo. ENTÃO BOA PROVA A TODOS, POIS TENHO CERTEZA DE QUE VOCÊS ESTÃO PREPARADOS, ASSIM COMO EU!

“Tudo acontece na hora certa. Tudo acontece, exatamente quando deve acontecer.” Albert Einstein

DICAS E LEMBRETES: Se programe para este domingo de vestibular da UDESC. Lembre-se que os portões pelo período da manhã se fecham às 08h50min e a tarde às 14h50min. Chegue cedo e não se esqueça de levar um documento de identificação para acessar o seu local de prova. E novamente uma BOA PROVA!

sexta-feira, 28 de maio de 2010

Fênix

Quem nunca passou por maus bocados na vida que atire a primeira pedra.

Ela é feita de maus bocados, se tudo fosse tranqüilo qual seria o aprendizado que nós tiraríamos? Se conseguíssemos tudo de mão beijada não saberíamos qual é o nosso limite, ou não saberíamos que podemos ultrapassá-lo. Ou até mesmo que não há limite quando se quer algo.

Todos já ouviram falar da fênix, certo? Sim, aquela ave que renasce das cinzas. Pois então, há pessoas que são uma fênix. Há sempre algo que nos deixará para baixo, que nos tentará a desistir. Seja uma doença, seja a descrença de alguns ou a simples presença de outros. Mas como a fênix, ressurgiremos, mais forte do que estávamos.

Tem um texto chamado “O Menestrel” do grande Shakespeare, e nele há um trecho que se encaixa no propósito do post, é assim: “E você aprende que realmente pode suportar… que realmente é forte, e que pode ir muito mais longe depois de pensar que não se pode mais. E que realmente a vida tem valor e que você tem valor diante da vida!”

Todos somos fortes, só precisamos achar a força dentro de nós e saber usá-la da melhor forma possível.

"Nada é permanente nesse mundo cruel. Nem mesmo os nossos problemas."

Charles Chaplin

video

quinta-feira, 27 de maio de 2010

Descontração


Na rua, no ônibus, na biblioteca, na lanchonete, na sala de aula e em todos os lugares possíveis, sempre ocorrem momentos de descontração, seja entre amigos ou desconhecidos. Ela pode ocorrer devido a uma piada, mesmo sendo sem graça, ou então, por atos simples, como o de uma risada sem motivo no meio de uma aula. Imagine-se, sem aquele tempo para falar besteiras, para deixar o seu dia mais leve. O que seriam das suas amizades, da alegria ou da felicidade sem esse momento? A verdade é que se essa ocasião não existisse, o mundo seria sem graça, mesquinho e sempre sério.

"Na vida de um homem não há dois momentos de prazer parecidos, tal como não há duas folhas na mesma árvore exactamente iguais." Honoré de Balzac

quarta-feira, 26 de maio de 2010

Tipos de vestibulando


O dia 24/05 é o dia, o dia do Vestibulando. Devido a isso resolvi mencionar e definir alguns tipos de nós, vestibulandos:

->O ambicioso: É o vestibulando que está preocupado com o quanto vai ganhar assim que formado. Não está preocupado em fazer o que gosta e sim o que dá dinheiro! O importante para ele é escolher aquela carreira que está pagando o melhor salário ou que tenha melhores probabilidades de ascensão financeira rápida.
->O “da moda”: Este vestibulando é aquele que pega carona nas profissões do momento, a que está "rolando". As justificativas são muitas, mas no fundo o candidato à carreira que está na moda não pesquisa a profissão a fundo para saber se tem ou não vocação para a mesma. Como viu ou ouviu falar que é boa e tem perspectiva, será com certeza a escolhida.
->O despreocupado: Alegre, em alguns casos bagunceiros em sala de aula. Surfa na Internet por prazer. Continua nas baladas e quer aproveitar a vida, curtindo festas, músicas e danças. Não estuda, só assiste às aulas e acha que já está muito bom e que vai passar facilmente. Também tem aquele que alega que não vale à pena estudar agora porque não vai passar mesmo.
->O estudioso: Vestibulando geralmente chamado de "CDF". É aquele que estuda tudo, desde as proteínas das bolachas do café da manhã, às calorias do almoço, até a classificação das hortaliças, verduras, carboidratos no jantar. Calcula a velocidade média entre sua casa e o cursinho não deixando de ler o jornal ou revisar algumas minúcias da história. É ativo e esforçado, mas só pensa no vestibular. Namorar, baladas com amigos, nem pensar!
->O discípulo do pai: Assim como o pai, será o filho. Seu futuro já estava traçado desde que nasceu. O negócio do pai, que já vem do avô, está destinado a ele. A continuidade dos negócios da família estará a sua inteira responsabilidade. Deverá assumir o lugar que lhe está reservado de qualquer maneira, afinal o que mais poderia fazer? Vai receber tudo assim, "de mão-beijada", o esforço será apenas de dar sequência ao que já está pronto.
->O sonhador: É o vestibulando que está sempre imaginando. Imagina-se como o jornalista correspondente em Londres do Jornal Nacional ou é o arqueólogo, do tipo "Indiana Jones". Há ilusões de toda ordem: poderá ser o mais famoso médico dando entrevistas para o "Fantástico" quase todos os domingos; há também o que sonha menos, mas que se vê reconhecido na fila do banco por estar todo de branco com o estetoscópio no pescoço.
->O indeciso: É daquele vestibulando que não sabe bem o que quer. Já pensou em todas as carreiras possíveis e imagináveis, mas, não encontra o que realmente quer ser ou estudar. Está sempre mudando de idéia e desiste de tudo facilmente, basta algo ou alguém apresentar uma nova carreira ou ver alguma reportagem, pronto! Está "resolvido"!
->O novato: Esse pode se dividir em duas categorias: O que acabou o colegial e/ou que está fazendo cursinho pela primeira vez. Há também aquele que nunca prestou um processo seletivo embora tenha parado de estudar a algum tempo, mas está com a esperança de agora prosseguir nos estudos. Mas todos estão na categoria de vestibulandos de primeira viagem.
->O que quer adquirir experiência: Geralmente não acabou ainda ou está no início do colegial ou ensino médio. Ele também não está muito preocupado por não poder ingressar no ensino superior, pois ainda não tem o diploma em mãos. Nunca prestou um processo seletivo, e quer conhecer como é o vestibular e saber se estaria preparado se fosse pra valer!
->O pressionado: Vestibulando coagido pelos pais a estudar, estudar e estudar. Constrangido por eles ele é obrigado a ser o melhor da classe, tirar notas altas sob pena de não ir para a balada nos fins de semana. A coação para o estudo acontece a todo o momento. O pai quer saber se ele também leu o jornal, quantas horas estudou química e se sabe qual é a capital do Azerbaijão quando vêem no noticiário da TV que lá ocorreu uma enchente. A mãe fica lembrando que numa conversa com as amigas, o filho de fulana se formou em economia e não se deu bem, mas que sabe que seu "filhinho querido" vai ser "o médico" bem sucedido, mesmo vendo que seu interesse é por informática.
->O normal: Quem é o vestibulando normal? Em regra é aquele que já tem traçado o seu objetivo, tem o curso que irá fazer decidido e um plano de estudo planejado. Estuda e se diverte ao mesmo tempo, apesar das preocupações que surgem com a proximidade do vestibular. Como exemplos, posso citar o Pipo e eu.
->O veterano: É o vestibulando estável e muito perseverante. É aquele que já está praticamente "graduando-se" no cursinho. Mesmo que lhe digam o quanto é difícil passar no vestibular, ele continua estudando com afinco. Ele é adaptável e aberto, gosta de liderar, e pode ser impulsivo de vez em quando. O veterano é ativo, esforçado e impetuoso. Com muita vivacidade, sabe ser extrovertido e audaz. Como exemplos, posso fazer referência a Babi e o Gus.

INDEPENDETE DO TIPO A QUE PERTENCEMOS SOMOS TODOS VESTIBULANDOS. POR ISSO PARABÉNS A TODOS NÓS, VESTIBULANDOS, PELO DIA 24/05!

LEMBRETE
: O vestibular 2010/2 da UDESC ocorre nesse domingo (30/05), por isso se planeje e chegue cedo ao seu local de prova, pois assim você irá evitar aquela correria que pode deixá-lo de fora da avaliação.


*Algumas partes do texto foram extraídas do site: www.vestibular1.com.br

terça-feira, 25 de maio de 2010

É preciso



É preciso ter coragem. Coragem para seguir em frente. Coragem para abrir mão de algo, ou alguém. É preciso coragem para escolher. Coragem para decidir. Coragem para aceitar.

É preciso tempo. Tempo para seguir em frente. Tempo para curar as feridas que latejam. É preciso de tempo para entender. Tempo para que as coisas voltem aos eixos. Tempo para esquecer.

É preciso ter calma. Calma para amenizar. Calma para refletir. Calma para ver o que é melhor no momento. É preciso ter calma para avaliar e guardar o que foi bom.

É preciso ter fé. Fé para ter certeza que a decisão certa foi tomada. Fé para saber que no fim tudo dará certo.

É preciso de força. Muita força.

Beijos Beijos




"Things change. Doesn’t mean they get better. You gonna make things better. You can’t just keep talking and hope for the best." House MD

segunda-feira, 24 de maio de 2010

Ano difícil


O ano do vestibulando é muito estressante: são inúmeros exercícios para resolver, aulões para assistir, simulados e o vestibular no fim do ano. No meio de tantas tarefas a serem cumpridas, será que o aluno tem o luxo de se divertir, ou mesmo relaxar um pouco?
Sim, inquestionavelmente sim.
Nós do blog, por exemplo, levamos tudo "na boa", mas não confunda isso com vadiagem. Estudamos tudo que é preciso, porém gostamos de descontrair e dar boas risadas nos intervalos entre aulas. Alguns colegas repreendem-nos por isso, lançam-nos olhares fuzilantes, e você acha que fazemos o que? Nada, não nos importamos.
Algum resultado negativo por ter esse jeito alternativo de encarar com o cursinho? Pra mim não - e acho que para meus amigos blogueiros também. Muito pelo contrário, meu último simulado foi o melhor possível, fiquei em uma boa colocação.
Então é isso ai, fica a dica pra galera um pouco bitolada. Tente abrir um pouquinho a mente, relaxar, dar boas risadas, pois como já dizia Arquimedes de Siracusa - "Brincar é a condição fundamental para ser sério".

domingo, 23 de maio de 2010

"Amigo aprendiz"


Episódios tristes ou alegres acontecem por toda a nossa vida. Às vezes eles acontecem unidos, intercalados ou separados. No entanto temos que compartilhar as alegrias e buscar a superação nos momentos tristes, seja com os amigos ou com a família. Um sábio, um gênio das palavras já escrevera uma vez sobre um "AMIGO APRENDIZ":

“Quero ser o teu amigo. Nem demais e nem de menos.
Nem tão longe e nem tão perto.
Na medida mais precisa que eu puder.
Mas amar-te sem medida e ficar na tua vida,
Da maneira mais discreta que eu souber.
Sem tirar-te a liberdade, sem jamais te sufocar.
Sem forçar tua vontade.
Sem falar, quando for hora de calar.
E sem calar, quando for hora de falar.
Nem ausente, nem presente por demais.
Simplesmente, calmamente, ser-te paz.
É bonito ser amigo, mas confesso é tão difícil aprender!
E por isso eu te suplico paciência.
Vou encher este teu rosto de lembranças,
Dá-me tempo, de acertar nossas distâncias...”

Poema "Amigo aprendiz" de Fernando Pessoa

Não seja, surpreenda, apenas isso.

No caminho dos sonhos, às vezes pedrinhas surgem afim de nos machucar, às vezes são nossos pés que descalços, feridos, pedem um descanso, são nossas pernas fracas e abatidas que não aguentam mais o peso que suportara, contudo sejamos fortes, pois tudo é possível. Meu sonho é ser um grande homem, se não na política, talvez um grande visionário, alguém diferente que revolucione tudo que vivemos, que sá apenas um designe gráfico, mas que revolucione com sua simples função. Um sonho é parte de um caminho andado, a fé é mais um pedaço, o posicionamento é a estrutura e o esforço é a base, misturando-os se da a VITÓRIA. Um segredo para o sucesso está mais explícito do que imaginamos, se encontra de baixo dos nossos narizes. Grandes homens, visionários que mudaram um dia o mundo, todos eles, não desistiram na primeira vez, usaram suas frustrações como ensinamento e experiência, e o mais importante, ultrapassaram seus limites, não fizeram apenas o comum ,ou seja, o que todo homem faria normalmente, fizeram a mais. a VITÓRIA está mais perto do que imaginamos, o problema é que essa "cegueira mortal" nos prende em um mundo cheio de respostas prontas. Saibamos agir diante de novas situações. Logo é simples, NÃO SEJA, SURPREENDA, O MUNDO PRECISA DE NOVAS IDÉIAS E CONCEITOS.

Vestibulando surpreenda, quando achar que chegou ao seu limite, se esforce mais um pouco. Ai está o caminho para o sucesso. Posso lhes provar que funciona! Como nosso professor de química diz, "seu sonho é do tamanho de seu esforço"

sábado, 22 de maio de 2010

Minha salva vidas.

Dia normal, aula normal, mesmas pessoas, mesmos professores, mesmos horários de aula, resumindo dia igual. Nunca muda. Porém aquela noite não foi igual. Tudo começou há uma semana atrás, quando nosso professor de geografia, nos avisara de que em algum dia da semana seguinte choveria muito, mais muito mesmo. Não lhe demos ouvidos. Terça-feira, dia 18 de maio, o dilúvio se aproximou de Santa Catarina, só que dessa vez não tínhamos Moisés com sua arca escolar para nos deixar em casa. A chuva veio sem avisar e tomou conta da cidade, chuva singular, nunca tinha visto algo daquele jeito. Já relembrando geografia, foi uma chuva frontal, choque de duas massas de ar distintas, uma quente e outra fria. Em fim, foi macabro, tudo voando, boiando, caindo, janelas quase quebrando, simplesmente um caos. Graças ao Pedro e seus contatos, conseguimos uma carona, para ele até em casa, para eu, até o terminal. Já foi grande caminho andado. Contudo me molhei totalmente em cem metros, que equivalem à distância que percorri do local onde a carona me deixou até o terminal. Era muita água ao cubo, meu sapato fazia até barulho "Chopc Chopc" de tanto que tinha me molhado. Por sorte uma salva vidas cruzou meu caminho. Bruna Buzzi, uma colega nossa do extensivo. Sempre a via, mas nunca nos falamos até então. Ela me ofereceu uma carona e um passe do único ônibus que existia naquela plataforma. O evento era tão grande que a ponte tinha sido fechada. Por estar com uma parte da "via-expressa" totalmente alagada Bruna e eu fomos até o estreito e lá seu pai nos pegaria e me daria uma carona. Bom, até conseguir chegar em casa foi uma verdadeira aventura, logo que quase todas as ruas estavam de baixo de muita água.

Bruna ta ai o post que prometi, muito obrigado por salvar minha vida. Hehe.

sexta-feira, 21 de maio de 2010

Companhias


Mais um dia se foi e o caminho de volta para casa na maioria das vezes é o mesmo. Em regra ao final da aula eu, o Pipo, a Babi e o Gustavo vamos para o terminal de ônibus, porém ontem fomos apenas eu, o Pipo e a Geisla. Ainda que o trajeto seja curto, conversamos sobre diversos assuntos, desde namoro até seriados de televisão, e quando chegamos ao terminal nos despedimos, pois cada um segue para tomar o ônibus que o levará para casa. Dentro dele, geralmente, tenho uma pessoa com quem converso todos os dias, a Mariana. Dialogamos desde assuntos a respeito da aula até fatos corriqueiros. No entanto ela desce do ônibus e continuo a minha viagem só, até chegar a casa.

"Odeio quem me rouba a solidão sem em troca me oferecer verdadeira companhia." Nietzsche

quinta-feira, 20 de maio de 2010

Causos


Ainda que seja quinta-feira sou obrigado a contar alguns causos da aula de terça-feira. Destaque para o professor de Física, que começou a aula sobre Dinâmica comparando Galileu com o professor de Português e Newton com um professor de Química. Entretanto, o ápice da aula dele ficou por conta de uma história sobre o retorno de uma viagem de carro. Ele voltava do sul do estado e viajará pela BR-101, quando avistou um senhor com uma enxada pedindo carona e resolveu parar para concedê-la. Colocou a enxada no banco traseiro e pediu educadamente para ele colocar o sinto enquanto dirigia, mas ele não o colocava. Insistiu, e nada dele se mexer para colocar o sinto. Foi quando o professor resolveu falar que o cinto era só puxar e colocar. O senhor seguiu a instrução, puxou e colocou o cinto, porém ao invés de colocar a ponta no encaixe ele o enrolou no pescoço e o professor falou que não conseguiu evitar as risadas. Também, nesse dia no cursinho, teve tempo para uma atuação digna de Oscar do professor de redação, pois ele imitou todas as etapas de uma criança quando ela cobiça algo em um mercado, desde o primeiro choro dela até o momento que ela alcança o que ambicionava.

“Se queremos progredir, não devemos repetir a história, mas fazer uma história nova.” Mahatma Gandhi

LEMBRETES: As inscrições para o vestibular de inverno 2010 da ACAFE já se encerraram e as inscrições para o vestibular 2010/2 do IFSC ainda continuam até o dia 23/05. No entanto a confirmação de inscrição do vestibular 2010/2 da UDESC já está disponível pela internet (www.udesc.br) ou pelo telefone (48)3321-8099.

quarta-feira, 19 de maio de 2010

Vestibulandos no Patrola


17/05. Sem sombra de dúvida esse foi um dos dias mais importantes para o blog, pois algo inesperado aconteceu. Ele que está virando um sucesso, principalmente aqui no estado de Santa Catarina e também em estados vizinhos, irá ganhar um destaque ainda maior, só que na televisão. Gravamos uma entrevista para o programa Patrola da RBSTV, que vai ao ar no dia 05/06 às 11h30min. Por isso resolvemos fazer um post único, contando o que sentimos e o que esperamos. Confira abaixo:

Gustavo: Às vezes não nos damos conta do turbilhão de emoções pelas quais passamos. Nessa segunda feira vivenciamos diversos sentimentos em pouco menos de quarenta minutos, mas que valerão por uma semana inteira. Estava eu e meus companheiros do blog a espera dos repórteres do Grupo RBS para realizarmos a tão esperada entrevista sobre o blog. Esperamos, esperamos e esperamos e nada. Esqueceram? Deram bolo? Pouco mais de cinco minutos depois desses pensamentos, olho para o lado e vejo um carro branco: eram eles. De repente um nervosismo incontrolável tomou conta de mim, parecia que finalmente “a ficha tinha caído”: “Caraca, nos vamos realmente dar uma entrevista”. Cumprimentos, uma pequena conversa e a autorização do Nilson, tudo foi muito rápido. Entrevista cedida, tudo perfeito! A parir daí a senti uma euforia incontrolável, uma vontade de comemorar, mas tínhamos cursinho logo em seguida ( =/ ), e tive que me contentar somente com a alegria do momento. Agora espero ver a reportagem na telinha sábado, dia 5 de junho!

Pipo: A galera não parava quieta. É hoje, é hoje, é hoje! Ninguém se concentrava, todo mundo com aquela coceirinha no pé, indo pra lá e pra cá. Finalmente o carro da RBS chegou, todo mundo ficou branco, ainda não tinha caído à ficha. Então saiu do carro a Tata, a Babi quase desmaiou, o Pedro não sabia onde colocar a cabeça, também com a altura que Deus lhe deu, o Gustavo, bom eu e o Gustavo estávamos aparentemente normais, contudo, explodindo de adrenalina, loucos para pular da ponte. A entrevista foi muito divertida, a Tata muito querida, arrancava de nossos corpos toda vergonha que ainda nos restava. Demos muitas risadas e ficamos FAMOSOS, haha. O resto da história deixa com a galera.

Babi: Nossa, quem diria, vamos aparecer na TV. Eu que pensava que esse blog não daria em muita coisa. Mentira. Sempre soube que nosso futuro televisivo estava próximo. Pena que nós já escolhemos outras profissões. HAHAHA! Enfim, fico muito feliz ao saber que nosso blog está atingindo seus objetivos. É gratificante saber que inúmeros estudantes estão acessando-o e vendo suas vidas serem retratadas de uma forma simples, objetiva, porém divertida. O ano está só na metade. Muita coisa acontecerá ainda. E vocês serão os primeiros, a saber.

Obrigada Patrola.
Beijo Beijos
D (L)

Pedro: Inimaginável é o que está acontecendo com o nosso blog. De uma idéia simples e que tinha como principal propósito complementar a prática da redação, já estamos atingindo várias partes do estado de SC e de outros estados. Tivemos uma recompensa, por causa dessa febre que o blog está se tornando, fomos entrevistados pelo Patrola. Na entrevista falamos sobre o blog, como ele surgiu, o principal enfoque, como acessá-lo e sobre o futuro dele. Fui o único que assumi o nervosismo antes da entrevista. Durante ela também estava nervoso, mas só no começo, pois fui me soltando aos poucos e a entrevista virou uma grande descontração.

Ficou curioso para saber mais sobre a entrevista? Fique calmo, porque vocês poderão acompanhar essa entrevista na íntegra. Ela vai ao ar no dia 05/06, às 11h30min na RBSTV. NÃO PERCA!

Queríamos agradecer ao Patrola pela oportunidade e principalmente a vocês, leitores do blog que tornam esse sucesso possível. MUITO OBRIGADO A TODOS!

terça-feira, 18 de maio de 2010

Olha a cobra!


Segunda de muitas notícias boas para o blog, mas isso você irá saber em uma postagem especial, feita pelos quatro. Já o restante do dia foi muito descontraído, que o diga uma das aulas de Biologia, onde assistimos a um vídeo sobre uma sucuri. O vídeo tinha tudo para ser sem graça, pois apenas mostrava o comprimento da cobra. Entretanto quando chegou à cabeça ela deu um bote na câmera. Fui um susto que fez muitos, ou melhor, todos, sem exceção, pularem da cadeira e como o professor falou: "Muitos se revelaram."

“Aquele que já não consegue sentir espanto nem surpresa está, por assim dizer, morto; os seus olhos estão apagados.” Albert Einstein

LEMBRETES: Ontem foi o último dia para fazer a inscrição para o vestibular de inverno 2010 da ACAFE. As inscrições para o vestibular 2010/2 do IFSC ainda continuam até o dia 23/05. E a confirmação de inscrição do vestibular 2010/2 da UDESC já está disponível pela internet (www.udesc.br) ou pelo telefone (48)3321-8099.

segunda-feira, 17 de maio de 2010

Participação mais do que especial


Minha Filha, base de tudo!!

Não pretendo de forma alguma ser melodramática ou algo parecido, mas resolvi escrever e de certa forma declarar que minha filha é a real e verdadeira razão da minha vida. Desde que soube que estava grávida, senti uma força enorme , fui capaz de enfrentar família, sociedade e seus preconceitos. Quando a peguei nos braços então, com aquelas bochechas lindas, nossa, tive a certeza que ali estava uma guerreira. Como me ensinou, desde pequenina!!!! Com o tempo, nossa cumplicidade foi aumentando, não precisava nem falar, bastava olhar e já sabíamos o que a outra estava sentindo. Uma vez ela me perguntou que profissão deveria escolher. Apenas respondi que ela escolhesse o que a faria feliz, eu apenas gostaria de ouvir: “Mãe estou tão feliz fazendo isso!!!”. E chegou o dia de escolher uma profissão. Ah...MEDICINA.....achei que era de momento, mas ela estava tão decidida, determinada, enfim, vamos nós à luta. Sim, nós, porque pais e mães, também fazem vestibular com os filhos. E como fazem. Vocês pensam que ficar nos bastidores é fácil? Ficamos ansiosos mas temos que manter as aparências, tranqüilidade. E o ódio que dá de tal questão impossível que colocam pros nossos filhos resolverem! Dá vontade de esganar quem fez isso!!! E cá estou eu, no quarto ano de investida no sonho da minha filha. E estarei sempre do lado dela, dando o maior apoio, sempre! Contra tudo e todos que dizem: “De novo?? Escolhe outra coisa!! Tá perdendo tempo!” E assim vai a humanidade de urubus, torcendo pra ver o fracasso de perto!! Ah, mas enquanto eu existir essa palavra está banida no dicionário.
VITÓRIA JÁ!!! (Desculpem, mas sou de uma geração muito politizada, não resisti). Em frente!!

Gilvana, mãe da Babi.

domingo, 16 de maio de 2010

Domingo


Nada melhor do que tirar o domingo para descansar. Dormir até mais tarde, almoçar com a família, dar umas voltas sem ter compromisso, tudo isso é necessário, pois nós vestibulandos também precisamos ter um tempo para o corpo e para mente. Enfim amanhã voltamos à rotina, exercícios, aulas. Entretanto a segunda-feira promete e se tudo der certo na terça-feira vocês irão ficar sabendo em primeira mão. AGUARDE!

"Trame, planeje, calcule, postule, o quanto quiser. Sempre existirão surpresas à sua frente. Conte com isso!" Henry Miller

Simulado


Sábado, dia do primeiro simulado do ano, onde a expectativa de todos os alunos do cursinho era para saber como andava o seu desempenho. Ao final dele ouvi muitas pessoas fazendo comentários de que a prova estava difícil, da mesma maneira que muitos falaram que estava fácil. Porém no simulado não temos aquela tradicional “pressão” exercida pelo vestibular e ficamos mais tranquilos e descontraídos. Nele também podemos cometer erros, afinal agora é à hora de errar e aprender com os erros, para que no dia do vestibular tenhamos o melhor desempenho possível e a competência de alcançar o nosso objetivo final: ESTAR NA LISTA DE APROVADOS!

“É melhor tentar e falhar, que preocupar-se e ver a vida passar.
É melhor tentar, ainda que em vão que sentar-se, fazendo nada até o final.” Martin Luther King

sábado, 15 de maio de 2010

Qual matéria você prefere?


Cada um de nós, estudantes, temos a preferência por alguma matéria. Geralmente a preferida é aquela na qual nós temos uma maior facilidade de compreensão. No meu caso é a Matemática, como alguns de vocês já devem ter percebido anteriormente. Desde pequeno sempre tive facilidade em lidar com os números e a cada problema que resolvia só aumentava a minha preferência por ela, vai ver que é por isso que pretendo uma vaga para engenharia. No entanto apesar de ter uma maior afinidade com ela procuro sempre manter a mesma dedicação para qualquer que seja a matéria estudada, afinal o vestibular avalia o conhecimento em todas as matérias.

LEMBRETES: As inscrições para o vestibular 2010/2 do IFSC prosseguem até o dia 23/05 e o da ACAFE até o dia 17/05. A confirmação de inscrição no vestibular 2010/2 da UDESC já está disponível no SITE.

O homem é mais que aparência.

Quando resolvi comprar uma calça colorida, por gosto, por estilo, achei que a reação das pessoas seria boa, talvez não a mais normal, contudo boa. Foi ao contrário. Ouvi muitas risadas e fofocas, vi caras de espanto e olhares criteriosos, logo por ser a única pessoa com coragem suficiente para tal feito. Me perguntei - Matei alguém? Percebi o quanto somos ignorantes, mesquinhos a ponto de não enxergarmos o próprio nariz. Vivemos de aparência, tolos e formados, ou você ainda não entendeu o termo "formado", quando adquiriu seu diploma de Ensino Médio ou na faculdade. O homem é mais do que aparência, ignorância, orgulho, moda, condição. Cada vez mais superficiais. É assim que vejo a maioria dos indivíduos dessa nova geração, onde a personalidade foi extinta. Como já disse em post anterior, não precisamos de indivíduos criados por cissiparidade, despersonalizados. Fora mediocridade, precisamos de caráter e pessoas corajosas para enfrentar tanta insanidade.

sexta-feira, 14 de maio de 2010

Queira nos apresentar!

Somos todos diferentes, alguns normais, outros anormais. Posto que, se o mundo fosse todo igual, gerado por pura cissiparidade, sem variabilidade genética, tudo seria sem a menor graça. É por isso que ninguém é igual, cada um é fruto de um DNA diferente, com pai e mãe diferentes. Uhul! Reprodução sexuada está com tudo!

Pedro, Pipo, Babi, Gus.

quinta-feira, 13 de maio de 2010

Comédia!



Nossa, ri demaaaaaais! UAHAUIHAIUHAHAUH

Desculpa, tive que postar. (:

Beijo, beijo.

D(L)

Ah que saudade.


Ah que saudade. Saudade do tempo que minha mãe tinha respostas para tudo, hoje é o Google. Saudade do tempo que eu achava que vinha da cegonha, não de um complexo processo. Saudade do tempo em que a matemática se resumia em somar, subtrair, multiplicar e dividir, nada de logs, matrizes e “infainites” outras coisas tão complicadas. Saudade do tempo que biologia era chamada de “Ciências Gerais”. Saudade do tempo que passávamos a tarde toda jogando bola, subindo em árvores, correndo, pulando, enfim, sendo crianças. Hoje dedicamos nossas tardes às apostilas e provas, não só as tardes, o dia todo é em função do estudo. Por falar em estudo, tenho saudade da época que eu estudava pra prova no dia anterior e ainda conseguia tirar boas notas. Saudade das tardes jogando vôlei no colégio (né Gu?). Saudade de não ter preocupação com nada e mesmo assim achar que é cheio de problemas e complicações. Saudade de sonhar em ter 18 anos pra ser “livre”, mal sabíamos que completar 18 anos não é sinônimo de liberdade. Saudade de ver desenho até tarde. Saudade de criar uma enorme expectativa com os presentes de aniversário, e adorar todos.
Pois é, mas chegou a hora de crescer. Chegou a hora de ter preocupações reais, de estudar como nunca estudamos, de não ter tempo de fazer nada. Mas uma coisa não podemos deixar que nem o tempo, nem o vestibular leve, a vontade de ser feliz. Mesmo com o nosso futuro em risco, mesmo não fazendo aquilo que gostaríamos de fazer não podemos deixar de buscar a felicidade. É essencial ser feliz.
“Não tenho tempo pra mais nada, ser feliz me consome muito.”
Clarice Lispector


Beijos Beijos

D (L)

"Jingle"


Quarta-feira é um dos dias mais engraçados para mim. Apesar das aulas no período da tarde e da noite, posso dizer que dei boas gargalhadas. Tarde essa que foi reservada para a bendita revisão de conteúdo, passando pela ecologia, pelos tipos de reprodução, reinos de classificação dos seres vivos e finalmente chegando aos mapas da aula de geografia. No entanto durante a noite é que me divirto mais, e principalmente durante as aulas de matemática. Como esquecer aquele “jingle” de ontem sobre as funções cossecante e secante, que todos cantavam assim: “Se a boquinha ta pra baixo, a boquinha vai pra cima. Se a boquinha ta pra cima, a boquinha vai pra baixo.” E sempre que cantávamos, acompanhávamos com o movimento dos braços, para cima e para baixo.

LEMBRETES: As inscrições para o vestibular 2010/2 do IFSC vão até o dia 23/05 e o da ACAFE vai até o dia 17/05. E a confirmação de inscrição no vestibular 2010/2 da UDESC será no dia 17/05.

Minha terça-feira.

Sabe aqueles dias que tudo conspira contra você? Então! Acordei, estava chovendo tanto que imaginei que me deparava com dilúvio. Perdi um bom tempo quebrando a cabeça em uma redação que por sinal ficou uma " bosta ". Eis meu descontentamento. Tudo bem acontece. Logo fui ao ponto pegar o ônibus para me dirigir ao cursinho. Acho que nem cheguei a botar meu pé para fora de casa e já estava completamente encharcado. Bendita chuva. Entretanto, meu dia não ia ser aniquilado pelos tais fatos acontecidos, uma vez que ia conseguir finalmente, depois de duas semanas, comprar minhas calças coloridas. Em fim chegando na loja a vendedora me enrolou por mais uns dias. Meu dia já tinha se acabado. Lembre-se sempre que tudo que esta ruim pode piorar. Chegando no " da hora " aula de revisão das apostilas já estudadas, estava completamente encharcado. imaginou? Pois estava pior. Encontrei o Pedro e assistimos à aula. Um sono profundo veio sobre mim. Nossa que preguiça! Com frio, fome, sono e uma redação medíocre assim foi-se meu dei. Mas como já falei pode piorar. Claro que pode! No intervalo das aulas, de noite, estava tão frio mais tão frio que me deu um "ataque de tremiliques" e um tatuzinho do meu nariz caiu sobre a mesa, enquanto eu, Gustavo e Pedro conversava-mos. Você esta rindo? Claro não foi com você!

Bebida abençoada!


Café, divino café! Salvador de todos os dias frios de inverno, de todo desânimo. Reconstitui nossas forças, que são necessárias para um bom desempenho na preparação do vestibular. Eu jurava que o café falava! Teve um dia que foi só pensar em café e a primeira coisa que vi pela frente foi uma garrafa cheia dele. Minha admiração é tanta, que fiz até um poema:

Cafeína bendita que Deus criou,
se não fosse tu,
se não fosse tu,
o meu sono seria mais profundo que o voo de urubu.
Cafeína bendita,
se não fosse tu,
se não fosse tu,
acordar mais cedo, inimaginável.
Líquido, abençoado, quadrado perfeito,
ímpar,
singular,
cafeína te amamos, haha, só pra rimar.


Fim!

quarta-feira, 12 de maio de 2010

Escolhas


Desde pequeno estou acostumado a escolher. Escolher qual brinquedo eu queria, com certeza foi uma das minhas primeiras escolhas. Posteriormente veio as escolhas de amigos, de lugares para ir, do que fazer, de quem namorar, do que gostar. Entretanto as escolhas não pararam por aí e finalmente chegou à hora de fazer a escolha que mais irá influenciar na minha vida, a de qual curso irei fazer no vestibular. Contudo devo pensar na vocação profissional, no mercado de trabalho ou no sucesso financeiro para fazer a minha escolha? Ambos. Primeiramente a vocação é o principal deles, pois está associada aos talentos e aos dons que tenho, ou melhor, o que me dá prazer de fazer. A seguir vem o mercado de trabalho, que devo analisar com cuidado, ver se ele não está saturado para o que eu escolhi e se atende à remuneração esperada por mim. No entanto o mercado de trabalho e o sucesso financeiro andam entrelaçados, e a minha aspiração é que vai dizer qual é o sucesso financeiro almejado por mim. Sendo assim, agora tenho valores para fazer minhas escolhas, sem deixar que pessoas próximas me influenciem.

“Em cada escolha arriscas a vida que poderias ter; em cada decisão, perdê-la.” Richard Bach

terça-feira, 11 de maio de 2010

Alegria²


Nunca imaginaria que ser acordado por alguém bem cedo iria me deixar tão alegre. ALEGRIA que veio por meio de uma notícia, e que pelo jeito contagiou todo o restante, pois mais notícias boas apareceram. Ela é um estado de contentamento, no qual me faz esquecer os problemas e que já estou esbanjando logo pela manhã, mas que fico esperando que me acompanhe pelo resto do dia. Porque não há nada melhor do que dissipar a ALEGRIA. A ALEGRIA de estudar, de rir, de brincar, de namorar, de não fazer nada, de ter amigos para desfrutar, de ter uma família para te abrigar e principalmente ter ALEGRIA DE VIVER. O sábio Aristóteles falou uma vez: "A alegria que se tem em pensar e aprender faz-nos pensar e aprender ainda mais."

LEMBRETES: As inscrições para o vestibular 2010/2 do IFSC vão até o dia 23/05 e o da ACAFE vai até o dia 17/05. E a confirmação de inscrição no vestibular 2010/2 da UDESC será no dia 17/05.

segunda-feira, 10 de maio de 2010

Rotina!


Cama, armário, roupas. Banheiro. Espelho. Espuma, gilete, água quente, fria. Banho. Corredor, cozinha. Mesa, café, pão, manteiga, televisão, telejornal. Banheiro, escova de dente, creme dental, água, espuma, pia. Quarto. Cadernos, mochila, penal, mochila, zíper. Porta, elevador, porta, porteiro, portaria. Calçada. Subida, esquina, rua, calçada. Ponto de ônibus. Ônibus, lotação, sineta. Ponto final. Calçada, rua, calçada. Cursinho. Armários, penal, mochila, apostilas. Biblioteca. Mesa, amigos, apostilas, matemática, português, física. Cálculos, teoremas, orações. Naturais, (z)inteiros, racionais... MCU, momento de uma força... verbos, adjetivos, pronomes. Dúvidas. Escadas, sala, plantão, perguntas, respostas. Escadas, biblioteca. Mesa. Exercícios, gabaritos. Certo, certo, certo, errado, certo, certo, errado, errado. Apostilas, geografia, biologia, história. Geopolítica, geologia, correntes marítimas... flor, fruto, semente, espermatogênese... hicsos, império carolíngio, revolução francesa, primavera dos povos. Dúvidas, escada, sala, plantão, perguntas, respostas. Escadas, biblioteca. Mesa. Exercícios, gabaritos. Certo, certo, certo, certo, certo, errado. Relógio. Amigos, lanchonete, piadas, risadas. Sinal. Escadas, corredor, escadas, sala. Primeira aula. Matemática, arranjo e combinação, aham, arranjo. Sinal, segunda aula. Matemática. Semelhança, isssssssssso mesmo. Sinal, terceira aula. Português. Sujeitos, inexistente, oculto, indeterminado. Sinal, intervalo. Sinal, quarta aula. Redação. Introdução, desenvolvimento, conclusão. Sinal, quinta aula. História. Sono, invasões holandesas, cana-de-açúcar. Sinal, sexta aula. Biologia. Ecologia, mimetismo, simbiose, camuflagem. Sinal. Calçada, rua, calçada. Ponto de ônibus. Ônibus, sineta, ponto final. Calçada, rua, esquina, descida. Portaria, porteiro, elevador. Porta. Casa, banheiro, banho. Quarto. Armário, pijama, cama.

Essa é a rotina de quem pensa em passar em alguma coisa na UFSC.

domingo, 9 de maio de 2010

Felicidade


Não existe coisa pior do que o tédio e a preguiça juntos. O tédio, que é considerado um sentimento humano, pode ser definido pela falta de algo interessante para fazer. Ele tem como principal característica as sensações de vazio, tristeza e solidão. Já a preguiça, que é considerada um pecado capital, se resume na moleza do corpo, ou melhor, na vontade de não fazer nada. Ambos que fizeram questão de me acompanhar por todo esse sábado de frio e chuva. No entanto, possuí a oportunidade de ter tempo para parar e pensar. Pensar que em um instante tudo muda de lugar, que uma palavra pode mudar tudo. Que às vezes uma ação qualquer pode definir o que está por vir, consistindo em algo bom ou ruim. Esse sábado foi um dia daqueles em que eu refleti sobre tudo o que aconteceu. Nas reações em que tomei em determinadas situações e como que seria se tivesse uma nova oportunidade. Todos esses pensamentos me levaram a uma análise dos meus próprios valores, julgando o que é necessário para ser feliz. Felicidade essa que cabe a qualquer pessoa aproveitar, mas sempre sabendo respeitar seus próprios sentimentos e dos outros. Já falará uma vez o grande escritor Mário Quintana: “Faça o que for necessário para ser feliz. Mas não se esqueça que a felicidade é um sentimento simples, você pode encontrá-la e deixá-la ir embora por não perceber sua simplicidade.” AGRADECIMENTOS: Primeiramente um agradecimento especial para a minha MÃE, que sempre teve paciência e esforço para me educar. E que sempre está ao meu lado nos piores e melhores momentos. MÃE, MUITO OBRIGADO POR TUDO! E também não poderia deixar de agradecer a uma leitora do blog que mora em Blumenau e que me ajudou a compor esse texto.

sábado, 8 de maio de 2010

Minha base, minha mãe!


“Preste atenção, não abra mão dos próprios sonhos /Não tem perdão, não deixe de sonhar /Não deixe de sorrir, pois não vai encontrar quem vá sorrir por ti”
Tinha que começar com esse trecho da música Não Deixe De Sonhar do Chimarruts, pois essa semana meu sonho foi posto a prova. Não desistirei, de forma alguma deixarei de tentar. E não deixarei de sorrir também, nunca. E isso não é difícil de fazer, estudando com quem eu estudo sorrir virou rotina. Cada dia de aula é um saco de gargalhadas. Ainda bem.
Mas hoje meu post será dedicado às pessoas mais importantes em nossas vidas: nossas mães. São elas que nos trazem ao mundo, que ficam nove meses nos carregando, que nos agüentam nove meses parasitando-as - sim, somos parasitas – mas elas não se importam em dar suas energias, suas forças e até mesmo seus anticorpos para nós. Não sei se falo só por mim, mas sem a minha mãe eu já teria deixado de tentar viver. É por ela que eu tento, é por ela que eu não desistirei, é por e pra ela que eu vivo. Minha mãe é a minha base, meu porto seguro. Quando tudo estiver desmoronando elas estarão lá firmes e fortes nos ajudando a seguir em frente. Por isso, fica aqui meu beijo de dia das mães. Eu postei hoje porque amanhã ficarei o dia todo com a minha mãezinha.
Mãe pra você: “You just call out my name, And you know wherever I am I'll come running,to see you again. Winter, spring, summer, or fall, All you got to do is call And I'll be there”
Beijos Beijos
D (L)

"Rebolation é a nova sensação"

O dia tinha tudo pra ser mais um na minha maçante rotina, isso se não fosse um dia especial, afinal era sexta-feira. Dia de revisão de conteúdo no período da tarde. E para começar, o professor de física com uma paródia da música “Xibom Bombom”, onde a letra se transformou em uma forma de revisarmos todos os assuntos das duas primeiras apostilas. Apesar disso a surpresa do dia ficou por conta do professor Jorge. Ele, que é sempre discreto nos seus atos e, que apesar de manter uma seriedade na sua aula, tem uma grande facilidade em ensinar matemática. Acabou surpreendendo a todos os alunos da sala, além de outros dois professores, um de matemática e outro de geografia. Esse professor de geografia, que por sinal planejou toda a brincadeira. E quando o Jorge entrou na sala começou a tocar a música do momento: “REBOLATION”. No início ele não queria dançar, contudo acabou cedendo aos incessantes pedidos e dançou. Sei que você deve estar curioso para ver essa cena, mas pode ficar tranquilo, o vídeo do Jorge está disponível nessa postagem. E é claro não poderia de deixar de agradecer a ele que nos autorizou a colocar o vídeo no blog. Valeu Jorge! Continue sempre assim! E: “Bota a mão na cabeça que vai começar: o rebolation, tion o rebolation, o rebolation, tion, rebolation...”
video

sexta-feira, 7 de maio de 2010

Esperando sempre mais


Cansativo, essa seria a palavra certa para definir meu dia. Afinal tive que levantar cedo para estudar, já que a tarde eu tinha que ir ao DETRAN para fazer a minha prova prática de direção. Finalmente me tornei motorista, na verdade mais um nesse trânsito caótico do nosso País. Esse que a grande maioria dos vestibulandos enfrenta diariamente. Seja para se deslocar até o cursinho ou então voltar dele. Cursinho que por sinal ontem eu não tinha a mínima vontade de assistir as aulas, cheguei a cochilar uma vez, na realidade algumas vezes durante as duas primeiras aulas. No entanto aconteceu algo inesperado, o professor de português que na maioria das vezes é uma pessoa séria, acabou se transformando e contando histórias da sua própria vida, que por sinal foram muito engraçadas. A partir desse ponto fiquei vidrado na aula, esperando sempre mais. Mais descontração, mais alegria e principalmente MAIS CONHECIMENTO.

quinta-feira, 6 de maio de 2010

O quanto vale?


Obstáculos aparecerão durante a caminhada da sua vida, isso com certeza acontecerá – aliás, é uma das únicas verdades que seguem a humanidade – como já dizia Quinto Horácio: “A vida nunca deu nada aos mortais sem grandes fadigas”. Cabe-nos apenas decidir o que fazer diante dessas pedras que surgem: desviar ou retirá-las.

Nem sempre retirá-las será uma tarefa fácil, muito pelo contrário. Caminhos alternativos apareceram, e será nesse momento que você deverá mostrar força e determinação, pois afinal, o quanto é importante esse seu sonho?

Vi alguns amigos meio desanimados nessas últimas semanas. Não perca a coragem. Quando estiveres perdido, sem motivação para continuar, olhe para o lado, sempre haverá bons amigos para te apoiar!

Quem senta ao lado?


No cursinho uma pessoa diferente senta ao seu lado a cada dia, no entanto tem aqueles que preferem sempre sentar no mesmo lugar e ter as mesmas pessoas ao seu lado, como é o meu caso. De um lado sempre tenho aquela pessoa com quem converso mais, que na maioria dos casos é um amigo. Esse que me entende só pelo que penso ou pelos gestos que faço. Sempre compartilhamos risadas e mais risadas, mas sempre sabendo dosar a hora delas, pois do que adianta conversarmos e rirmos sem motivo durante a explicação de um professor ou durante uma aula? Do outro lado às vezes tem uma bolsa, ou então aquela pessoa que converso menos. Mas apesar dessa pouca conversa, sempre fico na expectativa de ouvir a voz dela, porque pode ser que ela tenha uma história de vida parecida com a minha e, além disso, posso ter outros motivos para querer escutá-la. Entretanto já dizia Friedrich Nietzsche: "Um procura um parteiro para os seus pensamentos, outro alguém a quem possa ajudar: é assim que nasce uma boa conversa."

quarta-feira, 5 de maio de 2010

Expressão humana


Voz e gesto corporal são as principais formas de expressão utilizadas em nossa vida. Qualquer uma delas apresenta a sua peculiaridade e o seu fator de fascínio. Na maioria das vezes as coisas simples passam despercebidas no nosso dia-a-dia, pois achamos que são coisas banais, porém a voz e os gestos possuem um grande poder de alusão. A voz é utilizada de uma forma que chama a sua atenção, através das entonações e da dicção. As entonações dão ênfases a certas palavras, por meio da elevação do volume da voz. Já a dicção é o modo como você fala, a arte empregada em uma fala simples. O gesto corporal, por sua vez é empregado de uma maneira que prende a sua atenção. Podemos notar pelos movimentos, a postura ou os sinais que as diferentes partes do corpo fazem. Os professores do cursinho usam e muito desses recursos, afinal são expressões que em geral chamam ou prendem a sua atenção. Exemplo disso foi a aula de matemática ontem, onde ele além de pedir que respondêssemos as perguntas normalmente feitas, também utilizou as mãos para que falássemos conforme os sinais feitos. A consequência desse fato é que todos os alunos além de gravarem os gestos ao mesmo tempo gravaram a fala dele, demonstrando assim o poder das formas de expressão humana.

terça-feira, 4 de maio de 2010

Vida


Uma semana! Esse é o tempo de vida do nosso blog. Que apesar de relativamente curto, várias pessoas já o acessam diariamente para acompanhar o nosso dia-a-dia e ainda nos apóiam, com elogios. De quebra nos ajudam a divulgar, seja pela internet ou no famoso boca a boca. De tal modo que continuamos nos empenhando ao máximo, escrevendo com muito prazer. Tudo isso para mostrar a nossa realidade, que muitos acham ser fácil, mas não é. Apesar das histórias de humor também enfrentamos dramas e sempre que possível continuaremos compartilhando com vocês. Assim como as NOVIDADES, que devem aparecer dentro de pouco tempo e que esperamos que continuassem ACOMPANHANDO, pois são VOCÊS que irão ganhar com isso!

Amizade


Aulas, aulas e mais aulas. Apesar de ser extremamente cansativo, muitas vezes deprimente, voltar todo dia àquela sala de aula, há algo que me dá forças pra continuar. Meus Amigos. São eles as fontes das minhas risadas diárias. Esse ano sou a única menina entre quatro guris, já imaginaram tudo né? Certas horas eles esquecem que sou guria, mas tudo bem, se não fosse por eles eu já teria largado tudo. A cada dia eles aparecem com um apelido novo para alguém da sala – e eu achando que só as gurias faziam isso.
Às vezes eu penso “Será que as amizades que nos fazemos no cursinho perdurarão tal qual aquelas que vemos na faculdade?” A amizade que nós criamos dentro da sala de aula é algo forte demais para ser quebrado. Cria-se um vínculo de cumplicidade, afinal estamos todos no mesmo barco, o objetivo final é o mesmo: Passar no vestibular. Precisamos uns dos outros. Já me disseram que essa amizade tem prazo de validade, o último dia de prova, depois, se todos passarem, cada um vai para o seu canto e é o fim. Particularmente eu discordo, ou melhor, quero discordar, quero poder encontrar com esses amigos e rir das besteiras que fazíamos juntos, das piadas que contávamos juntos. Também das lutas e tristezas que passamos, mas que apesar de tudo estávamos e estamos juntos. Eu reclamo sempre por ainda estar tentando e bato pé me perguntando por que ainda não passei, mas no fundo eu agradeço. Fiz amizades lindas e verdadeiras, que fazem parte daquilo que eu sou e daquilo que eu vou me tornar.
Obrigada por estarem ajudando a criar a minha história.
“A amizade não se busca, não se sonha, não se deseja; ela exerce-se.”
Beijo Beijo
D (L)

O que calças coloridas tem a ver com o vestibular?


Eu também não sei! Como seria o mundo se fosse colorido, se todos usassem calças coloridas e camisas com estampas "iradas". Bom, hoje esse foi o motivo de zuação lá na sala. Eu com minhas ideias de vestuários comentei que iria comprar uma calça colorida. Pronto, foi o motivo da noite para a descontração geral da galera. Outra de nossas distrações é o álbum da copa do mundo. Tudo começou por causa da Babi e do Gustavo, outro amigo nosso, aparecendo com alguns álbuns de figurinhas, que no começo não demos muita bola, contudo, a medida que o tempo passava virou uma febre entre nossa turma de amigos. Trocamos-as todos os dias. Tem alguns que deixam de comer para compra-las. HAHA. O Pedro, porém não deixou esquecer-me da história da “cueca rosa”. Cara nem eu lembro muito bem. Estava tirando a apostila de química da mochila para acompanhar a aula, quando uma boca amiga com parafusos a menos grita. "Cueca rosa?". Pronto já era de se esperar, vozes vagavam até o infinito, “Pipo de calça colorida e cueca rosa”. Depois de um dia maçante e bem estudado nada que algumas brincadeiras para adoçar o ambiente pesado dos estudos. Claro que sempre nos seus devidos horários, uma vez que devemos separar o estudo das brincadeiras. Queria parabenizar a Babi e o Pedro, que juntos construímos esse blog, e juntos com todos VOCÊS desfrutaremos as alegrias!

BEJO DO PIPO, UMA BOA NOITE.

segunda-feira, 3 de maio de 2010

Início de semana


Amigos e família, não há nada melhor do que passar o domingo ao lado deles e de quebra acompanhar no estádio meu time de coração ser campeão. No entanto esse dia acabou e mais uma semana começa. Semana que promete, com aulas de revisão no cursinho, exercícios das aulas para resolver e ainda a tarefa de estudar para o simulado que irá acontecer nesse mês. E há quem diga que a vontade de nós vestibulandos diminui, mas muito pelo contrário a cada dia que passa novos amigos fazemos no cursinho e também o vestibular fica mais próximo. Isso tudo só nos dá mais ambição para estudarmos e por consequência frequentarmos as aulas. Pois sabemos que seremos recompensados no final, com o nosso nome na lista de aprovados do vestibular.

domingo, 2 de maio de 2010

Experiência


Atendendo a incessantes, quase suplicantes, pedidos para eu postar cá estou. Babi, assim como o Pipo, é apenas um apelido. Não postei antes por motivo de força maior, sexta completei 20 anos. Não, não fui à aula. De jeito nenhum. HAHA

Quando se está a 3 anos no cursinho, pois é sou a mais “experiente” do blog, perder um dia de aula não faz tanta diferença. Acho que estou meio revoltada esse ano, é tudo igual. Os professores são os mesmos, as apostilas as mesmas, as piadas as mesmas, as cadeiras as mesmas. Ainda bem que as pessoas não são as mesmas, salvo algumas exceções que como eu estão um bom tempo ali. Porém tem algo que não muda: a ansiedade. Ela está presente nos olhos de todos aqueles que buscam algo grandioso. Sim, acreditem, passar no vestibular é algo grandioso. Há aqueles que tentam escondê-la, guardá-la num canto escuro de sua mente, mas com o tempo a gente aprende a vê-la estampada nos rostos. Ela fica muito mais evidente nos poucos meses que antecedem o vestiba. Nossa mente, nosso corpo, tudo entra em ebulição. É ela que tira muita gente da faculdade, eu sou um exemplo disso. O medo também é um fator sempre presente, porém Luiz Gasparetto disse uma vez assim: “Não tenha medo de tentar nem se culpe quando fizer algo que não dê certo.” Essa frase cai como uma luva para nós vestibulandos. Não podemos deixar que o medo e a ansiedade nos impeçam de tentar quantas vezes forem necessárias.

Vou tentar, ao longo do ano, passar tudo o que sei e tudo o que passei nesse tempo de luta. Ajudá-los-ei (adoro mesóclise) sempre que possível. Tenho muitas histórias engraçadas para contar também. Começarei a postar com mais freqüência.

Equilíbrio


Sábado - dia de estudar. Pura mentira, pelo menos para mim. Acordei cedo e fui direto comprar o ingresso para a final do campeonato catarinense de futebol, achando que ia enfrentar a maior fila. Ainda bem que eu me enganei. Após ter comprado o ingresso ansiava por voltar para casa, visto que queria ver a final da superliga masculina de vôlei. Chegando em casa o jogo já havia terminado. Então almocei e descansei, antes de ir jogar aquele futebol. Futebol que pelo visto faltou e o placar nem vou comentar, pois foi um verdadeiro desastre. Mas a catástrofe ficou mesmo por conta do meu preparo, ou melhor, pela falta dele. Agora entendo porque os esportistas falam sobre falta de ritmo, afinal fiquei três finais de semanas sem jogar por causa da chuva e acabei perdendo totalmente o pique. Em vista disso lembrei-me de um professor de biologia do cursinho que em sua primeira aula falou que é bom conciliarmos o tempo para estudar, manter uma boa alimentação, ter uma boa noite de sono e ainda praticar exercícios físicos, chegando assim a um equilíbrio. Equilíbrio esse que quase senti por completo, exceto por um detalhe, não estudei absolutamente nada. Mas guarde bem tudo o que ele falou, por que seguindo essas dicas você irá ficar mais disposto para fazer as suas atividades diárias, especialmente estudar. E a dúvida que não quer calar: será que o primeiro post da Babi sai ainda nesse final de semana? Acompanhe o blog que você terá a resposta. LEMBRETES: As inscrições para o vestibular 2010/2 do IFSC vão até o dia 23/05 e o da ACAFE vai até o dia 17/05. E a confirmação de inscrição no vestibular 2010/2 da UDESC será no dia 17/05.

A mosca

Está aí o desenho que eu prometi, a mosca no cabelo da menina e para quem não lembra da história é só ler o post "Vazio". Eu lembro como se fosse ontem, foi muito bizarro, nunca tinha visto aquilo na minha vida. Minha tese é de que a mosca prendeu o pé no cabelo dela. Bom final de semana e se divirtam. Contudo estudem, porque a cada segundo que você não estuda, lembre-se de que quinze japoneses estarão passando na sua frente.
BEIJO DO PIPO E BOA NOITE!

sábado, 1 de maio de 2010

"Viver um dia de cada vez"


2:15h da manhã, não consigo dormir. Então venho postar pela primeira vez no nosso blog. Prazer pipo, esse não é meu nome, e sim meu apelido, meu nome é Fellipe. Cara o que se passa nas nossas mentes. Será verdade que o jovem esta em continua construção de caráter e valores? Conhecimento e amores? Que tal? Estava tentando dormir depois dessa aula agitada que o Pedro contou e não consegui, confesso. Estava pensando em uma pessoa, a ansiedade bateu, saudades, amor. Bom lembrei de uma frase que conheço bem, "viver um dia de cada vez". Talvez isso seja o caminho para o sucesso em todas as áreas da nossa vida. ENTRE MOSCAS VAREJEIRAS, PROFESSORES BIZARROS QUE DANÇAM E CANTAM AS FAMOSAS CANTIGAS DE BOI DE MAMÃO, ENTRE OS POLINÔMIOS E AS FUNÇÕES SENO E COSSENO, existem coisas mais importantes, as pessoas que amamos, e principalmente o caráter. Mudando completamente de assunto iria postar a foto do desenho que fiz da mosca VAREJEIRA no cabelo da menina, mas não deu. Outra hora posto. Bom com meus dotes artísticos, fiz essa obra para vocês, nada que um concorrente a uma vaga em artes plásticas e designer gráfico não poderia fazer, fiz com muito amor e carinho na aula de geografia para quem acompanha nosso blog. Hahaha.

Embate entre matemáticos


Sexta-feira à noite, dia em que a sala está mais vazia. Só que com mais empolgação, sobretudo por parte dos professores. Que o diga aquela aula de história, em que ele chega calmo e no calor das informações vai alterando o tom da sua voz, prendendo assim a atenção de todos, sem contar a risada dele que faz qualquer um rir junto. Contudo o destaque do dia ficou mesmo para a última aula. Que iniciou quando o professor entrou na sala e colocou "Give it to me" para tocar no volume máximo, o pessoal se agitou e até um outro professor foi perguntar se estava tudo bem na nossa sala. Esse mesmo estava dando aula na sala ao lado, porém escutávamos tudo o que ele falava, pois a porta da nossa sala estava aberta. Foi nesse momento que nosso professor falou para ele tentar falar mais baixo, mas de nada adiantou e tivemos que fechar a porta. Entretanto a comparação, bem-humorada, que o nosso professor fez sobre a aula do outro provocou risadas de todos, visto que esse comparou a aula do outro com uma missa, onde todos os alunos respondem ao professor, assim como fiéis ao padre. No entanto qualquer pessoa que frequenta as aulas de ambos sabe que tudo não passou de uma brincadeira, já que todos no cursinho convivem como uma grande família. E finalmente assim chegou ao fim mais uma semana e junto veio dois dias para descansar. Mas pena que isso para a grande maioria dos vestibulandos não é verdade, pois temos exercícios que estão atrasados e precisamos colocar em dia, sem contar nos livros de literatura que temos que ler.